TRÁFICO DE ORGÃOS HUMANOS E O COV*ID-19

Já ouviu falar em “pagar com um rim” ou “custa os olhos da cara”? Depois desta matéria você vai pensar diferente. Veja quanto custam alguns órgãos humanos mais procurados no mercado negro.

Este artigo mostra primeiramente uma curta elucidação sobre o tráfico de orgãos humanos, e de seguida você pode ver um video feito por alguém dentro de um desses locais, onde actualmente os corpos de gente falecida teoricamente por Covid-19 são armazenádos para de seguida lhes retirarem os mais variádos orgãos.

O video é meio macabro. Se não tiver “estômago”, por favor não assista.

Mas vamos ao assunto;

PORQUE NÃO SE PODE VELAR NEM ENTERRAR OS CORPOS DE MORTOS PELA COVID-19?

A razão é simples. Existem hospitais e médicos dedicados especificamente a VENDER os ÓRGÃOS no MERCADO NEGRO!!!

Vende-se TUDO o que se pode tirar das pessoas: olhos, rins, coração, fígado etc!

Esse é o motivo pelo qual estão A MATAR as PESSOAS nos hospitais! As pessoas são hospitalizadas por câncro, tuberculose, gripe comum, pneumonia, problemas cardíacos, perna quebrada, atropelamento, tiro etc… mas, forçadamente, induzem-nos à morte, justamente para escreverem no laudo: Causa da morte NOVO CORONA VÍRUS (COVID-19)!

De seguida, não permitem ninguém velar nem enterrar o defunto, justamente para ARRANCAREM O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL SEUS ÓRGÃOS para posteriormente os VENDEREM no MERCADO NEGRO!!!

O site Medical Transcription criou uma lista que mostra o valor que olhos, rins, ombros e outras partes do corpo humano têm no mercado negro internacional.

Caso você esteja disposto a ceder o seu baço, pode conseguir uma quantia de US$ 500. Já um rim em bom estado pode render nada menos que US$ 262 mil, suficiente para você pagar os medicamentos que vai ter que tomar pelo resto da sua vida. Os valores são referentes aos Estados Unidos: dependendo do país, os preços podem subir vertiginosamente ou cair de maneira radical.

Mas confira a lista completa dos órgãos humanos relacionados pelo site:

Par de olhos – US$ 1.525;
Escalpo – US$ 607;
Caveira com dentes – US$ 1.200;
Ombros – US$ 500;
Artéria coronária – US$ 1.525;
Coração – US$ 119 mil;
Fígado – US$ 157 mil;
Mão e antebraço – US$ 385;
Litro de sangue – US$ 337;
Baço – US$ 508;
Estômago – US$ 508;
Intestino delgado – US$ 2.519;
Rim – US$ 262 mil;
Vesícula biliar – US$ 1.219;
Pele – US$ 10 por polegada quadrada.

O Medical Transcription esclarece que a maioria dos órgãos vendidos no mercado negro têm origem nos cadáveres enviados a funerárias. Normalmente, um funcionário do local é pago para retirar as partes do corpo (e os procedimentos cirúrgicos costumam ser bem macabros), que vão ser vendidas sem que a família tenha qualquer conhecimento da situação — quando a pessoa é cremada, não é incomum que a maior parte das cinzas entregues pela empresa não pertençam ao falecido.

O tráfico de órgãos é um problema sério para as autoridades de todo o mundo, por operar em uma rede enorme de contactos que conseguem se esconder muito bem. Enfermeiros, médicos, funcionários de hospitais, planos de saúde, cemitérios, funerárias, etc.

A coisa fica ainda mais complicada e assustadora quando pensamos em “doadores” vivos.

O tráfico de orgaos circula e funciona na sua maioria na Dark Web através de Cibercriminosos.
A indústria do cibercrime é um negócio que custou ao mundo 3 trilhões de dólares em 2015 e estima-se que esse número chegue a 6 trilhões em 2021, de acordo com a Cybersecurity Ventures.

O Brasil está em primeiro lugar no tráfico de órgãos humanos. Pelo lado do crime organizado esta é a terceira maior fonte de renda na área criminal.

Mas agora assista ao video: Esse vídeo é a PROVA CABAL de tudo isto!

//-

Hipócrates deve estar a remexer-se no túmulo de 2500 anos lá na Grecia, pelo barbarismo a que chegou o ser humano do terceiro milênio da era cristã.

//-

Seja o primeiro a comentar on "TRÁFICO DE ORGÃOS HUMANOS E O COV*ID-19"

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicádo.