PROBLEMA – REACÇÃO – SOLUÇÃO

//-
Já aqui neste Blog, mencionei muitas das técnicas utilizadas pelas Elites ou Dinastias Influentes na politica global, para aplicarem ás sociedades, as politicas ou as medidas que pretendem.

Uma das técnicas mais utilizadas, é sem duvida a técnica PROBLEMA – REACÇÃO – SOLUÇÃO.

Ou seja, medidas severas ou de austeridade que á partida seriam duramente rejeitadas com indignação pelos povos, são camufladas, criando um problema social ou de outro género em que após algum tempo, serão as populações a implorarem para que essas medidas sejam aplicadas.

È da minha opinião que as revoltas sociais ou ” Revoluções ” como lhes queiram chamar que temos vindo a assistir por todo o Norte de Africa, só podem fazer parte de um programa  que levará a implementação da SOLUÇÃO que os globalistas pretendem ver imposta, pois de forma nenhuma, o Império Anglo- Sáxonico correria o risco de ver os seus interesses serem postos em causa se isso não lhes trouxesse algo mais vantajoso.

Já sabia que, aos primeiros sinais destas Revoluções, uma das primeiras medidas que iriam ser tomadas, seria o aumento do petroleo, o que não tardou a verificar-se.

Outra coisa, é que todos estes motins ou “revoluções ” seriam um belo pretexto para a continuação da Guerra ao Terror, pois é óbvio que a estratégia de que grupos radicais estariam a aproveitar-se destes movimentos para se estabelecerem e ganharem força, seria imediatamente usada, pois, cada vez mais, as guerras com a do Iraque por exemplo, está a perder admiração mundial a cada revelação que se faz acerca dos motivos da invasão.

Outra medida, seria, a implicação ou a estratégia de aos poucos a poucos, levarem uma revolução até á Syria ou acusarem o Islão de financiar grupos radicais que estariam a apoiar estes regimes  ou os revoltosos, isolando a Syria e causando o PROBLEMA que o Império Anglo-Saxónico precisa para invadir a mesma- SOLUÇÃO

Gostava também de relembrar que, já há muito que na Europa, está criada uma força policial para agir nestas circunstancias, portanto, preparem-se, pois é da minha opinião que também estas situações ocorerrão cada vez mais por toda a Europa… esta gente não brinca em serviço e tem tudo muito bem estudadinho e planeado.

A tactica, tem sido a mesma a long long time ago… “the show must go on…”